Homenagem à museológa Teresa Scheiner

Teresa Scheiner, Mestre e Doutora em Comunicação pela Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), é museóloga de reconhecido mérito. O percurso profissional, a obra publicada, as intervenções públicas, firmaram-na como uma das vozes mais relevantes no âmbito de museologia. Entre os cargos que já ocupou, destaca-se a presidência do Comitê Internacional de Museologia (ICOFOM) entre 1998 e 2001. Mais recentemente. No Conselho Internacional de Museus (ICOM), foi membro do Conselho Executivo, entre 2004 e 2010, e vice-presidente, entre 2010 e 2016, durante os dois mandatos do alemão Hans-Martin Hinz. Foi editora do periódico Museum International.

Em 1989, durante a Conferencia Geral do ICOM “Museus, Geradores de Cultura”, Teresa Scheiner teve um papel decisivo na criação do ICOFOM LAM, atualmente ICOFOM LAC, o subcomité regional do ICOFOM para a América Latina e o Caribe, no qual mantém o cargo de Consultora Permanente.

Como museóloga, trabalhou no Museu Histórico Nacional, na Fundação Nacional Pró-Memória e na Eletrobrás. Em 1991, criou a Tacnet Cultural, microempresa de consultoria em museologia. Atualmente, coordena o Programa de Pós-Graduação em Museologia e Patrimônio (PPG-PMUS) da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO e curso de doutorado em Museologia e Patrimônio da UNIRIO/Mast.

Como investigadora, a obra publicada é vasta (vd. bibliografia). Em Portugal, destaca-se a sua colaboração com a Universidade Lusófona e com a revista Midas, enquanto membro da Comissão Científica.

Por tudo isto e pela vasta obra que tem publicado, Teresa Scheiner é homenageada no 55º Encontro de Diretores de Museus, com o “diploma de honra” atribuído pela Associação Civil de Diretores de Museus da República Argentina.

Nós, convicta e entusiasticamente, associamo-nos a essa homenagem.

Bibliografia (não exaustiva):
Scheiner, T. (1990). Museus e patrimônio natural: alternativas e limites de ação = Museos y el patrimonio natural: alternativas y límites de acción. Ciências em Museus, 2, pp. 9-15.
Scheiner, T. (1998). Apolo e Dionísio no Templo das Musas; Museu: gênese, idéia e representações na cultura ocidental. (Dissertação de Mestrado em Comunicação Social, Escola de Comunicação Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro).
Scheiner, T. (1999). As bases ontológicas do Museu e da Museologia. In Simpósio Museologia, Filosofia e Identidade na América Latina e Caribe (pp. 133-143). [S.l.]: ICOFOM LAM.
Scheiner, T. (1999). As bases ontológicas do museu e da museologia = The ontological bases of the museum and of museology. ICOFOM Study Series, 31, 126-173.
Scheiner, T. (2004). Imagens do não lugar: Comunicação e património do futuro. (Tese de doutorado em Comunicação Social, Escola de Comunicação Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro).
Scheiner, T. (2007). Musée et muséologie définitions en cours. In F. Mairesse, A. Desvallés, M. Van Praet (Eds. lit.). Vers une redéfinition du musée? (pp. 147-165). Paris: L’Harmattan.
Scheiner, T. (2007). Patrimônio, museologia e sociedades em transformação: Reflexões sobre o museu inclusivo. In ICOFOM (Ed,), II Seminario de Investigación en Museología de los países de lengua portuguesa y española (pp. 42-55). Buenos Aires: ICOM.
Scheiner, T. (2012). Museologia, patrimônio, participação, integração, inclusão: Notas para uma análise de termos e conceitos relativos à teoria e à prática no museu e para o museu. In T. Scheiner e M. Granato (Org.). Termos e conceitos da museologia: Museu inclusivo, interculturalidade e patrimônio integral (pp. 174-191). Rio de Janeiro: Museu de Astronomia e Ciências Afins / UNIRIO.
Scheiner, T. (2012). Repensando o museu integral: do conceito às práticas. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, 7(1), 15-30. http://dx.doi.org/10.1590/S1981-81222012000100003.
Scheiner, T. (2013). Museu, museologia e a “relação específica”: Considerações sobre os fundamentos teóricos do campo museal. Revista Ciência da Informação, 42(3), 358-378.
Scheiner, T. (2014). Conceitos, termos e linguagens da museologia: Novas abordagens. In I. Freire, et al. (Org.). Anais do XV Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação: Além das nuvens, expandindo as fronteiras da Ciência da Informação (pp. 4644-4663). Belo Horizonte: ECI, UFMG.
Scheiner, T. (2018). Les multiples facettes de l’ICOFOM = The many faces of ICOFOM. ICOM Study Series, (8), 22-24.
Scheiner, T. (2018). Museología: Poética, política y ética: Dimensiones transformadoras de las relaciones entre lo humano y lo real. ICOFOM Study Series, 46, 193-213. https://doi.org/10.4000/iss.1126
Scheiner, T. (2018). Muséologie et philosophie du changement. ICOM Study Series, (8), 22-24.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.