Novas vias da peregrinação: turismo, turismo cultural e turismo religioso

Turismo religioso é, em certa medida, um conceito contraditório: enquanto “turismo” se refere a uma atividade de lazer, superficial e consumista, a qualidade de “religioso” implica uma atitude de fé, profunda e comprometida com a espiritualidade do lugar. Ainda que assumindo que o sagrado e o profano constituem categoriais opostas, que mutuamente se excluem, a sua coexistência parece inevitável em fenómenos como este.

Santuário de Fátima
Foto: O Mirante, 2016

Continuar a ler