O Convento de Cristo e o fogo do deslumbramento

As imagens falam por si: dezenas de botijas de gaz, árvores cortadas, tocos tapados com brita, floreiras sem flores, pedras danificadas e com arestas fraturadas, uma fogueira de 20 metros de altura no claustro. Foram vistas numa reportagem da jornalista Soraia Ramos, no programa “Sexta às 9” da RTP1, no passado dia 2 de Junho, acerca da utilização do Convento de Cristo, em Tomar, da rodagem do filme “O Homem que matou D. Quixote” do realizador Terry Gilliam e que terão envolvido a realização de uma fogueira de cerca de 20 metros de altura no espaço de um dos claustros. Na reportagem, são mostradas imagens da fogueira.

Imagens editadas a partir de fotogramas do vídeo do programa Sexta às Nove RTP 1, 2 jun. 2017

Continuar a ler